Robótica avançada para Indústrias

Publicado em Monday, 16 November 2020
Robótica avançada para Indústrias

Muitas plantas de fábricas contam com redes de correias transportadoras para transportar tudo, desde a matéria-prima até o produto. Mas essas redes não foram projetadas para lidar com milhares de produtos diferentes, indo para os locais em constante mudança, num processo de fabricação de vários produtos. E se esse sistema de transporte pudesse mudar? Talvez mudar para evitar áreas congestionadas em uma fábrica? Ou mudar de destino para entregar uma peça de trabalho à estação de usinagem ideal?

Felizmente, veículos guiados automatizados (AGV's) e robôs móveis autônomos (AMR's) são uma das melhores opções da indústria para atingir esses objetivos. Infelizmente, implementá-los não é tão simples quanto atribuir o material que precisa ser retirado no ponto A e entregue no B. Pode funcionar, mas as chances são de que as máquinas encontrariam uma situação desconhecida e parariam os processos. Em vez disso, grande parte do investimento vem da otimização e coordenação das tecnologias robóticas avançadas.

A jornada de investimento para robótica avançada tem, até agora, seguido em quatro fases - o Iniciante, Veteranos, Pioneiros e Visionários. A maioria das instalações de fabricação existentes entra na jornada da robótica avançada no estágio de Veterano. Eles já empregam um digital abrangente para validação completa do sistema e para algoritmos de controle de construção, mas os robôs no chão podem não estar necessariamente se comunicando. Embora os outros estágios sejam importantes por si só, os recursos adicionados não são inovadores. Em vez disso, eles são blocos de construção necessários para atingir o estágio Visionário.

O último estágio na jornada da robótica avançada é a implementação mais verdadeira da robótica avançada, com automação quase completa da função do robô, mantendo a flexibilidade. Pode ser um robô alterando automaticamente seu plano de processo quando um novo projeto de produto entra em sua área de trabalho, talvez uma nova revisão de uma máquina de lavar sendo montada tenha diferentes localizações de parafuso, a estação de montagem robótica seria capaz de perceber isso e ajustar com base em visão computacional, através de sensores ou alguma outra combinação de tecnologias. O papel dessa jornada não é fornecer soluções específicas, mas fornecer ideias para todo o processo de forma que o sistema possa encontrá-los.

 

Autor: Nick Finberg

 

Fonte: https://blogs.sw.siemens.com/thought-leadership/2020/11/12/advanced-robotics-for-industrial-manufacturing/

 

Faça parte da nossa equipe de especialistas